Google+ Badge

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Poker Face

Hey,



Bebi tristeza, por estar sozinha e depois bebi mais um pouco, fui solvendo os goles lentamente, até ficar embriagada. Estou cansada de ser vilipendiada incompreendida e descartada... As  pessoas não se importam elas nem se dão ao trabalho de fingir que se importam então sigo silenciosa, e rabisco sorrisos forçados, sorrisos que não são meus. Anna se aproveita disso, ela quer todos longe, e ela sempre consegue o que quer. 

Não comi nada e simplesmente não sinto nada, nem fome, nem dor, nem NADA. Sou nada, vou pra o nada, porque é assim que tem que ser. 

Retomo o controle (o pouco que sobrou) e como um biscoito, então vem Mia com aqueles olhos, olhos que julgam, olhos que amedrontam me encurrala e me faz devolver, isso não me pertence. Isso não pode estar em mim. Obedeço, eu sempre obedeço.

O meu amor está tão longe... E por mais que eu grite ele não me ouve, parece que Anna vai conseguir me tirar o que me restou. o amor. Não sei o que serei quando nada sobrar. 

Mas ando pela cidade, acordo, trabalho, rabisco, um corte, mais sorrisos. 

- Olá tudo bem? 
- Sim!
- Como vai a vida?
- Melhor impossível!

- Como vai o namoro?
- Bem, obrigada! 


Minto, minto,minto,minto,minto. E vejo o sorriso dela se abrindo.


3 comentários:

  1. Me sinto exatamente assim.
    Mas, acredite, vai melhorar...
    E vamos conseguir tudo que queremos.
    Força! <3

    ResponderExcluir
  2. Parece que me leu ...
    Força para todas nós!

    ResponderExcluir